Projeto “Na terra, na água, no ar: animais por todo lugar” – parte 3/4

BALEIA AZUL

Baleia Azul: o maior animal do planeta

Baleia Azul: o maior animal do planeta

O maior animal do planeta é a baleia-azul! Ela pode ser encontrada em todos os oceanos do mundo, tanto no Hemisfério Norte quanto no Hemisfério Sul.
– A velocidade com que nada varia de 5 a 15 quilômetros por hora, mas pode chegar a 30 quilômetros por hora, quando a baleia-azul foge da orca, seu principal predador.
– A alimentação deste gigante dos mares é basicamente composta de pequenos crustáceos, como o krill – minúsculos camarões que vivem em cardumes flutuando próximo à superfície das águas. Uma baleia-azul adulta pode comer até duas toneladas de krill por dia.
As fêmeas são maiores do que os machos.
– Apesar de o número de representantes da espécie estar aumentando no Hemisfério Norte, dificilmente chegará perto do que se verificou no passado. Até porque o krill — principal alimento da baleia-azul – vem sendo capturado pelo homem e é também disputado por outros animais, como baleias, focas, peixes, pingüins e outras aves. No Brasil, a baleia azul é muito rara.
Durante 75 anos de caça no litoral brasileiro, apenas quatro foram capturadas e poucas mais foram vistas. O mais recente registro da espécie em nossas águas foi o de uma fêmea de 23 metros que encalhou no Chuí, Rio Grande do Sul. O esqueleto dela está no Museu Oceanográfico da Universidade de Rio Grande, também localizado no Rio Grande do Sul.

TARTARUGA MARINHA

Tartaruga Marinha: criticamente em perigo!

Tartaruga Marinha: criticamente em perigo!

– Nomes comuns: tartaruga-de-couro ou tartaruga-gigante.
– Status Internacional: Criticamente em Perigo (classificação da IUCN)
– Status no Brasil: Criticamente em Perigo (lista de espécies ameaçadas do IBAMA)
– Distribuição: todos os oceanos tropicais e temperados do mundo
– Habitat: principalmente alto-mar, sendo eventualmente encontrada em baías e estuários
– Tamanho: até 2 m de comprimento curvilíneo de carapaça
– Peso: 500 kg em média, podendo atingir até 700 kg
– Casco (carapaça): composto por uma camada de pele fina e resistente e milhares de placas minúsculas de osso, formando sete quilhas ao longo do comprimento; apenas os filhotes apresentam placas córneas, daí o nome popular: de-couro;
– Dieta: alimenta-se essencialmente de medusas.
Estimativa mundial da população: 34.000 fêmeas em idade reprodutiva.

PEIXE BOI

Peixe Boi: bastante dócil e sociável

Peixe Boi: bastante dócil e sociável

– Comprimento: de 2,5 a 4 m mais ou menos.
– Peso: 600 quilos.
– Filhote: 1 metro, 20 quilos
– Cauda: chata e redonda (nadadeira caudal)
– Duas nadadeiras peitorais com 4 unhas chatas cada
– Apesar da cara de poucos amigos, ele é um animal bastante dócil que se alimenta apenas de vegetais (é um herbívoro). Habita os rios, estuários e o mar nas regiões intertropicais.
Mesmo com “peixe” no nome, ele é um mamífero. É um bicho grande, de corpo arredondado e liso, parecido com uma foca, que vive na água. Por isso a confusão entre peixe (porque vive na água) e boi (porque é um mamífero).
– No Brasil, existem duas espécies: o peixe-boi marinho e o peixe-boi amazônico. Sobretudo, por causa da caça indiscriminada, o peixe-boi marinho é hoje o mamífero aquático mais ameaçado de extinção no Brasil.
– Existem duas espécies de peixe-boi no Brasil. Um é o peixe-boi de água doce que vive nos rios da Amazônia (o Trichechus inunguis). Ele come plantinhas e gramíneas e pode chegar a 4 metros de comprimento e pesar até 600 kg (tão pesado quanto um carro!).

O Peixe Boi é um animal encantador!

.

Anúncios