Projeto “Na terra, na água, no ar: animais por todo lugar” – parte 2/4

ARARA AZUL

Arara Azul: animais dóceis

Arara Azul: animais dóceis

São dóceis;
– Vivem no Pantanal do Mato Grosso e matas brasileiras;
– Possui plumagem azul com um anel amarelo em torno dos olhos e fita da mesma cor na base da mandíbula;
– Come sementes, frutas, insetos e até pequenos invertebrados;
– Está ameaçada de extinção devido à caça e ao comércio ilegal;
– Vive em média 60 anos;
– Chega a medir 1 metro da ponta da cauda a ponta do bico e pesar 1,3 k.

ARARA VERMELHA

Arara Vermelha: companheiros por toda a vida

Arara Vermelha: companheiros por toda a vida

– Quanto mede: 90 cm – 1,5 kg
– Onde vive: do Panamá ao Brasil, no Paraguai e na Argentina.
– Filhotes: 2 ovos a cada gestação – incubação 29 dias
– O ninho dessa arara é feito em ocos de árvores ou em buracos rochosos, os quais são chocados apenas pela fêmea, que fica no ninho. Quem cuida de garantir a alimentação tanto da fêmea, como dos filhotes é o macho, que nessa espécie é fiel, mantendo a mesma companheira à vida inteira.

MICO LEÃO DOURADO

Mico Leão Dourado: pelos sedosos e com um belíssimo tom à luz do sol

Mico Leão Dourado: pelos sedosos e com um belíssimo tom à luz do sol

Habitat: Mata Atlântica
Distribuição: Mata Atlântica do Rio de Janeiro
– Hábito: Diurno
– Comportamento: Grupo de até 8 indivíduos
– Longevidade: 15 anos
– Nº de filhotes: 1 a 3
– Peso adulto: 360 a 710g
– Peso filhote: 60 g
Alimentação na natureza: Frutas, insetos, ovos, pequenos pássaros e lagartos.
– Causas da extinção: Tráfico de animais e destruição do habitat.
– Este raríssimo primata da família Callithricidae possui pelagem cor de fogo e uma juba em torno da cabeça, o que deu origem à sua denominação. Seus pêlos são sedosos e, ao sol, adquirem um belíssimo brilho.

PANDA GIGANTE

Panda Gigante: animal essencialmente vegetariano e muito brincalhão

Panda Gigante: animal essencialmente vegetariano e muito brincalhão

– O panda habita as serras de Minshan, Qinling, Qionglai, Liangshan, Daxiangling e Xiaoxiangling,na China. São montanhas cobertas por floresta úmida de coníferas, habitat ideal para a espécie de bambu da qual se alimenta.
– Ao nascer, o panda-gigante é cego e surdo. Tem apenas 10 centímetros de comprimento e pesa de 100 a 150 gramas; vinte dias depois pesa 500 gramas. A pelagem é curta, mas já tem coloração da pelagem dos adultos.
– Aos 3 meses, os pêlos tornam-se longos. O filhote ainda passa quase o dia inteiro dormindo; aos 7 meses, é esperto e brincalhão. Pesa entre 15 a 20 quilos, e alimenta-se sobretudo de bambu;
– O panda-gigante é conhecido por sua disposição para brincar, e pela variedade de movimentos e posições engraçadas, como o hábito de plantar bananeira ou caminhar de cabeça para baixo, apoiado sobre as mãos;
– O panda-gigante é um animal essencialmente vegetariano. Alimenta-se sobretudo de caules, folhas e brotos de bambu e, na falta destes, de raízes, tubérculos, frutos e flores de vegetais variados;
– Como é um animal de porte razoável (pode pesar mais de 150 quilos), e o valor nutritivo do bambu é relativamente baixo, o panda-gigante precisa comer de 15 a 20 quilos desse vegetal por dia;
– A baixa taxa de natalidade, a alta taxa de mortalidade infantil e a destruição de seu ambiente natural colocam o panda sob ameaça de extinção. A caça não representa problemas devido às rígidas leis chinesas.

Os Pandas sempre estão prontos para brincar!

.